mulher mecânica

Profissão Mecânica, Mulheres Que Quebram Tabus

Já se foi o tempo que mecânica era um assunto exclusivo do sexo masculino. Hoje em dia, muitas mulheres trabalham nessa área e dominam a profissão

Antigamente, sempre que se visitava uma oficina mecânica, era possível ver apenas homens ali, tanto trabalhadores quanto clientes. Essa era uma área majoritariamente masculina, mas, felizmente, hoje a situação é outra.

Ver mulheres ocupando cargos em oficinas mecânicas vem se tornando cada vez mais comum. Isso acontece graças ao interesse que grande parte do público feminino tem em assuntos que antigamente eram considerados “coisas de homens”, entre as quais a mecânica automobilística era uma das principais.

mulher mecânica

O respeito e o prestígio das mulheres em oficinas mecânicas cresce a cada dia. O interesse em seguir essa carreira pode vir de várias inspirações, como um pai ou tio mecânico, a paixão por um piloto famoso, como o Ayrton Senna, ou simplesmente o dom de entender de mecânica automobilística.

A Importância da Contratação de Mulheres em Profissões “Masculinas”

Quanto mais o tempo passa, mais barreiras são quebradas no que diz respeito à posição das mulheres no ambiente de trabalho. Hoje em dia, elas têm plenas condições de competir igualmente com os homens, seja para a profissão que for.

Bons exemplos disso são as mulheres que trabalham como motoristas de ônibus, por exemplo. Era muito raro encontrar essas profissionais, mas hoje é bem comum ver algumas todos os dias. Taxistas e motoristas de aplicativos de transporte particular também entram na mesma situação.

Donos de oficinas mecânicas que contratam mulheres mostram uma atitude que deve ser celebrada: a igualdade de gêneros. Afinal, se uma mulher possui a mesma capacitação (ou até mais) do que um homem, qual é a justificativa, em pleno século XXI, para não fazê-lo?

Algumas características inerentes das mulheres, como a maior organização e capacidade de fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, são excelentes para o desempenho de sua função. Assim, os clientes que forem atendidos por elas ficarão ainda mais satisfeitos.

mulher mecânica

Além disso, também pode acontecer de uma cliente mulher preferir ser atendida por uma mulher. Isso pode ser causado pelo que acontecia até alguns anos atrás, que alguns mecânicos preferiam omitir de uma mulher todas as informações sobre o conserto do carro, seja para enganá-las e cobrar um valor maior do que o justo ou simplesmente por acreditarem que elas não entenderiam.

É claro que um funcionário, independentemente do sexo, precisa se capacitar para prestar um bom serviço. Por isso, seja um homem ou uma mulher, é importante que ele passe por cursos profissionalizantes ou, de acordo com o serviço desempenhado, um curso superior, para poder cumprir com todas as suas obrigações.

Casos de Sucesso de Mulheres na Mecânica

 Para provar que vale a pena (e muito) contratar uma mulher, basta olhar para o caso de Caroline Lake, uma mulher britânica que já estava cansada de ser enganada por homens em oficinas mecânicas. Outra coisa que também a incomodava era a forma com a qual as funcionárias mulheres eram tratadas, com total falta de respeito e consideração.

Para mudar essa situação, Caroline decidiu abrir sua própria oficina mecânica e contratar apenas mulheres para trabalhar com ela. Assim, além de colocar mais pessoas no mercado de trabalho, ela mostrou que as mulheres são plenamente capazes de atuarem como mecânicas e prestarem um serviço de excelente qualidade.

mulher mecânica

Algo parecido aconteceu com Daniella Lima. A acreana já havia sido enganada por mecânicos homens várias vezes quando, então, decidiu investir em cursos de mecânica e eletricidade automotiva para aprender mais sobre esses assuntos. Mesmo sendo uma aluna exemplar, ela sofria preconceito entre os colegas de classe.

Depois da conclusão do curso, a trajetória de Daniella foi ascendente: começou como estagiária, passou a coordenar um espaço para a troca de óleo e, por fim, investiu em seu próprio negócio. De cada 10 clientes, 7 são mulheres,

Histórias como as de Caroline e Daniella são cada vez mais comuns hoje em dia, felizmente. Graças à garra e à coragem que essas e muitas outras mulheres têm, esse tabu da mecânica ser um assunto só para homens perde a força diariamente.

Com muita força de vontade, as mulheres que são consideradas como “Pereirão”, graças à personagem Griselda (Lília Cabral), que era uma “marido de aluguel” da novela Fina Estampa, exibida pela Rede Globo de 2011 a 2012, conquistam cada vez mais o público, tanto feminino quanto masculino. Assim, o respeito aumenta e o preconceito fica cada vez mais para trás.

Portanto, hoje em dia, já não é nenhuma surpresa encontrar uma mulher em uma loja de ferramentas, oficina mecânica, obra de construção civil ou em lugares que antes eram taxados como masculinos. Afinal, é com muita justiça que elas conquistaram seu espaço no mercado de trabalho.