kit odontologico

Kit acadêmico odontológico: o que você precisa para cursar odontologia

Descubra quais são os itens necessários para montar um kit completo de odontologia para estudantes da área

Se você tem interesse ou já está iniciando um curso de odontologia, certamente deve ter dúvidas de como preparar um bom kit de equipamentos para as aulas, correto? Essa dúvida é muito comum entre os futuros dentistas, já que os materiais necessários podem variar entre cada faculdade.

No entanto, existem alguns itens básicos que qualquer faculdade vai utilizar. Esses equipamentos são fundamentais para o bom andamento do curso e, sem eles, dificilmente será possível prosseguir nos estudos.

Quer saber como montar um bom kit de equipamentos odontológicos para o curso de odontologia? Então, leia até o final desse conteúdo especial.

Como o kit para faculdade de odontologia é composto?

Normalmente, o kit para cursos de odontologia tem alguns itens básicos em sua composição. Sendo assim, vamos considerar esses objetos para sua melhor compreensão.

Micromotor

É um equipamento de dentista conhecido, principalmente, por ser o “terror” dos pacientes que precisam fazer algum tratamento dentário. O micromotor é utilizado nas seguintes situações:

  • Preparo de cavidades;
  • Acabamento de restaurações;
  • Profilaxia com pasta abrasiva;
  • Trabalhos leves em laboratórios de prótese;
  • Limpeza interna de “inlay-onlay” de resina ou cerâmica.

Em relação aos cuidados, os seguintes procedimentos podem ser realizados:

  • Limpe a superfície externa da peça de mão com água desmineralizada;
  • Lubrifique o mandril pelo furo do retentor de rebarbas para remover a poeira;
  • Faça a lubrificação do equipamento;
  • Faça a esterilização conforme as recomendações do fabricante que, normalmente, têm valores máximos de 135 °C.
  • Armazene o equipamento em local seguro e conforme indicado nas instruções.

Peça Reta

A Peça Reta é essencial na rotina de um dentista, com sua utilização sendo focada em acoplar as lixas, brocas, discos, polidores e pontas diamantadas. Por ser um material auxiliar importante, é preciso tomar alguns cuidados básicos para manter sua conservação em dia:

  • Tomar cuidado com as brocas e o acoplamento das mesmas;
  • Manter o equipamento devidamente esterilizado;
  • Manter sempre o hábito de realizar manutenções preventivas, conforme forem recomendadas pelo fabricante;
  • Manter o aparelho com a lubrificação adequada;
  • Respeitar rigorosamente as regras e condições de armazenamento e, principalmente, transporte.

Contra-ângulo

O contra-ângulo é um equipamento versátil e pode ser utilizado em diferentes processos de odontologia, dependendo do modelo escolhido. Cada tipo tem uma função específica, então fica a cargo do dentista escolher o melhor para o serviço a ser executado.

Da mesma forma que a Peça Reta, o contra-ângulo exige cuidados especiais para manter a conservação em dia:

  • Fazer o armazenamento e transporte conforme indicações do fabricante;
  • Manter o equipamento na faixa de temperatura recomendada;
  • Verificar e manter a umidade do aparelho sob controle;
  • Controlar a faixa de pressão atmosférica, para que o contra-ângulo funcione bem.

Motor de alta rotação ou turbina extra-torque

Semelhante ao micromotor, este é um aparelho utilizado para remoção de cáries, restaurações, entre outros procedimentos odontológicos. Para este item, também temos algumas variações físicas no equipamento, que dão o conforto necessário para seu manuseio. Sendo assim, escolha um modelo adequado para o trabalho por longos períodos.

Para a manutenção, basta realizar os seguintes procedimentos:

  • Lubrifique o motor de alta rotação, pelo menos, duas vezes ao dia;
  • Verifique como estão o encaixe das brocas, que nunca devem ser forçadas no motor;
  • Quando for esterilizar o equipamento, realize sempre a lubrificação antes e depois do processo;
  • Na esterilização, obedeça ao valor recomendado pelo fabricante do motor que, normalmente, têm valores máximos de 135 °C.

Assistência técnica

Além dos equipamentos e cuidados que listamos aqui, já que é importante você saber como comprar e conservar seu kit, é fundamental que a marca escolhida dos equipamentos tenha suporte acessível e rápido.

Apesar dos itens serem bem duráveis, pode ser que um acidente – ou o simples azar de pegar um equipamento com defeito – faça com que seja necessária uma manutenção corretiva. Dessa forma, você não poderia ficar sem o equipamento de estudo, correto? Então, atenção para esse ponto.

Dicas gerais para compra do kit de estudo odontológico

Agora que você já sabe quais são os equipamentos básicos para um kit de odontologia usado nas faculdades, pode sair a procura daquele que melhor se encaixa em seu orçamento e gosto pessoal.

Lembre-se de pesquisar bastante, já que existem várias ofertas e possibilidades. Além disso, tenha em mente que muitos fabricantes vendem kits complexos e cheios de componentes, o que, na prática, pode ser um investimento de dinheiro muito grande. Portanto, é fundamental ficar atento com isso.

O mesmo vale para kits com preços extremamente baixos e que, em eventuais problemas, acabam apresentando dificuldade de reposição das peças ou, simplesmente, uma impossibilidade de conserto. Então, é sempre bom pensar no longo prazo.

Assim, a grande dica aqui é ficar atento para marcas de confiança e que têm tradição no mercado. Nesse ponto, não vale arriscar na compra de um equipamento ruim e que, na prática, não te ajuda no processo de aprendizado – o mesmo vale para o excesso de equipamentos em um kit. Portanto, na hora de montar seu kit acadêmico, dê preferência para as melhores opções do mercado.